quarta-feira, 19 de maio de 2010

Perfil de Atleta: Roberto Ferreira, há 15 anos na comunidade Run&Fun

Roberto, na Volta a Ilha em Floripa - 2008

Roberto Ferreira
Profissão: Jornalista
Idade: 61
Local de treino: Ibirapuera

Roberto Ferreira é atleta da Run&Fun desde sua fundação, há 16 anos. Foi o segundo atleta orientado pela equipe de Mário Sérgio Andrade Silva. O conhecimento sobre a assessoria esportiva veio por meio de amigos em comum, de Roberto e Mário Sérgio. Hoje, o jornalista afirma não precisar mais de elos, o fundador e um de seus primeiros alunos são grandes amigos.

Para Roberto, o espírito alegre encontrado na Run&Fun vem sendo construído desde o início. Depois de tentativas com natação, ele descobriu o atletismo como o esporte que o estimula a cumprir metas com leveza e alto astral. Junto a Run&Fun, comprovou que o bem-estar é possível, associado a treinos agradáveis que prezam o esporte e também propiciam um ótimo convívio social.

Ao longo destes anos, Roberto correu 14 maratonas com a Assessoria e destaca um diferencial: “Os treinos são feitos com seriedade, mas sem um foco restrito na competitividade. O mais importante é o bem-estar, a alegria, a leveza com que se encara o esporte”.

Dentre as provas que participou, lembra-se da Volta a Ilha de Florianópolis e da Volta a Ilhabela, cujas vagas são limitadas e muito disputadas. Com a R&F, sempre conseguiu participar. “Estas são provas de revezamento, as que mais gosto pelo caráter coletivo envolvido. Há uma equipe que se ajuda com o maior astral”.

O Desafio Nike 600k, que acontece no Rio de Janeiro e em São Paulo, também foi marcante para Roberto, justamente por exigir o revezamento e a parceria em 3 dias de competição.

Para o futuro, o jornalista pensa em realizar a Maratona de Boston 2011, é a mais antiga do mundo e a que o motiva para encerrar sua participação em corridas maiores. Depois, quer se preparar para fazer coisas ainda mais leves, como meias maratonas.

“Alcancei todos os objetivos através da corrida: objetivos sociais, de desempenho e de qualidade de vida. O esporte elevou meu estado de espírito, mudou meu astral e o meu trabalho também”.

“Correr para mim é um comportamento, um estilo de vida. O esporte cresceu tanto que hoje traz até um certo status para o meio em que se convive, pois correr é sinal de saúde, descontração, descomprometimento com o que é estressante”, afirma Roberto.

Ele também evidencia o quanto o atletismo enfraquece alguns modismos e apegos materiais: “Correndo, você é igual a todo mundo e todo mundo é igual a você”.

Parceiro desde o início, quando vai treinar, Roberto sabe que sempre terá ao seu encontro, as boas risadas, os bons amigos, a leveza para correr nas provas e seguir na vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário