quarta-feira, 23 de junho de 2010

Psicologia do Esporte: uma parceira para o corpo e mente.


Antes de provas importantes, quem nunca sentiu aquele frio na barriga ou uma ansiedade que tira o sono na noite anterior à disputa? Pois é, estas são sensações comuns aos esportistas.

Emoção, adrenalina, rendimento, superação. São diversas as motivações que preenchem a cabeça e corpo do atleta durante a prática de esporte. Para cuidar destas variações de sentimento e integrar a saúde física à mental, existe um campo da psicologia específico e cada vez mais crescente: a psicologia do esporte.

Esta área da psicologia, iniciada nos anos 70, busca entender o atleta como um todo e o ajuda a definir seus objetivos no esporte para melhorar seu rendimento e bem-estar. Cada atleta encontra no esporte algum estímulo próprio e por ele se dedica. A psicologia do esporte compreende esta individualidade e trabalha para que a concentração do esportista seja sempre eficiente. Mas, ela também está atenta para o trabalho em equipe, para a importância da comunicação em esportes coletivos, das relações interpessoais e socialização do grupo.

Seja para incentivar a auto-estima, para competir, se divertir, se superar. Pela busca por qualidade de vida ou reabilitação, a psicologia do esporte foi pensada para estar ao lado do atleta, adaptada às sensações e questões de cada um. Concentre-se, cuide do seu corpo e mente, usufrua dos benefícios desta parceria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário