quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Boas Festas do Dr. Henrique Grinberg!


Olá amigos da Run&Fun!

Ao longo do ano de 2011 nos comunicamos sobre a importância de ter um estilo de vida saudável, enfocando o exercício regular e algumas vezes correlacionando-o com alguns aspectos muito importantes da rotina cardiológica.

Espero ter contribuído para que vocês, da Run&Fun, continuem evoluindo no aspecto promoção da saúde e sobretudo, que pratiquem suas atividades com a segurança merecida.

Em 2012 continuaremos nos encontrando nas redes sociais da Run&Fun, discutindo sobre temas importantes relacionados à cardiologia preventiva e sua intersecção cada vez maior com a prática regular de exercícios físicos.

Um excelente Natal, feliz Chanucá e as melhores energias para começarem 2012 dispostos a se exercitarem e desfrutarem um estilo de vida saudável. Nas festas, comam de tudo, bebam com moderação (e se beber não dirijam), e continuem se exercitando nesse período de alegrias!!

São meus votos à comunidade Run&Fun !

Henrique Grinberg
Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSP
Médico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês – SP e do Hospital Nipo Brasileiro - SP
henrique.grinberg@hotmail.com

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

5ª etapa do Troféu Brasil de Triathlon


Neste domingo (11/12) aconteceu mais um evento de triathlon: fechando o circuito 2011, a 5ª etapa do Troféu Brasil de Triathlon, em Santos/ SP.

A Run&Fun foi representada por 6 atletas. Destaque para João Dalpont, Roberto Lamelza Jr. e Eloisa Dumas que participaram da sua primeira prova de triathlon, esta última ainda conquistou o 3º lugar em sua categoria.

Enquanto o Treinador Alexandre Bovenzo acompanhava os atletas Run&Fun que estavam realizando a prova mais curta (Short Triathlon), o Treinador Silvio acompanhou os atletas que fizeram a prova na distância Olímpica.

"O evento iniciou as largadas pontualmente às 08 horas. Para quem não sabe as largadas são divididas por categorias de idade, profissional e amador", nos conta o professor Bovenzo. "O mar estava com poucas ondas, favorecendo a etapa da natação. No ciclismo, choveu um pouco, mas parou rapidamente e todos conseguiram fazer um pedal excelente, saindo para completar a etapa da corrida sem muitas dificuldades. Os atletas João, Roberto e Eloisa terminaram muito felizes e com 'vontade de quero mais'. A atleta Eloisa pegou 3º lugar na categoria."

E continua: "Devido a quantidade de atletas, realizaram uma única largada com profissionais e amadores na distancia olímpica. Os atletas Victor e Carlos Eduardo pedalaram juntos quase que todo o percurso de ciclismo. Carlos manteve um ritmo forte na bike (38 km/h media), e na corrida, o atleta Victor mostrou que estava bem treinado e terminou os 10 km em 42m04s. Desta vez tivemos uma atleta internacional conosco, a americana Brandi Nichole Benavidez que veio de Reno (Nevada), convidada da atleta Run&Fun Luciana Salvi de Mesquita. Brandi não conseguiu terminar a etapa da natação, mas mesmo assim fez o ciclismo e a corrida, terminando a prova com 3h30m22s. Estava feliz, mas um pouco cansada e com os tornozelos machucados por causa do tênis. O Profº Sílvio fez um curativo e ficou bem."

Resultados
Nome
Natação (750 m)
Ciclismo
(20 Km)
Corrida
(5Km)
Tempo Total
Resultado
(Categoria)
João Dal Ponte
15m19s
39m25s
19m38s
1h14m22
13º lugar
Roberto Lamelza Jr.
18m04s
39m03s
25m32s
1h22m40s
32º lugar
Eloisa Dumas
17m36
47m30
27m33s
1h32m40
3º lugar
Nome
Natação (1500 m)
Ciclismo
(40 Km)
Corrida
(10Km)
Tempo Total
Resultado
(Categoria)
Victor J. B. Carmagnani
22m51s
1h05m13s
42m04s
2h10m09s
13º lugar
Carlos Eduardo
-----------
1h07m09
51m41s
1h58m50s
Desclassif.
Daniel Riccioppo
32m12s
1h14m49s
51m19s
2h38m22s
28º lugar
Brandi Nichole Benavidez
*23m26s
1h57m41s
1h09m14s
3h30m22s
Desclassif.
*Completou apenas 1 volta da natação / -- Não fez a etapa da natação










terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Sua avaliação física está em dia?


Na semana passada li uma reportagem sobre mais um acontecimento desagradável, agora na capital mineira. Um jovem de 31 anos faleceu subitamente durante atividade física em uma academia de ginástica de Belo Horizonte.

Já discutimos esse tema anteriormente, porém sempre que há um acontecimento desses, reflito bastante sobre esse trágico paradoxo. Fico chateado pelo ocorrido e também por não ter a certeza de que algo foi feito para tentar prevenir o lamentável fato.

Atualmente, a avaliação para realização de atividade física em todas as faixas etárias é obrigatória em alguns países da Europa. Visa prevenir eventos cardiovasculares malignos durante atividade física, principalmente arritmias malignas. E não precisa muito. Alguns médicos e principalmente não médicos, clamam por exames sofisticados, “check up” ultra-completo, enquanto que a recomendação oficial contempla uma boa conversa médico-paciente, exame físico completo e eletrocardiograma. Em alguns casos há a necessidade de complementar o tripé citado acima com o teste ergométrico (esforço na esteira).

Infelizmente a realidade é outra. Muitas academias, grupos esportivos, aventureiros negligenciam a avaliação preventiva pré-atividade física. E quando as pessoas são cobradas por realizar a avaliação, muitas não valorizam sua importância. Imaginem quantas vezes amigos me pediram atestado de aptidão física como se o importante fosse o papel escrito e carimbado. Agora imaginem quantos amigos meus já ficaram bravos comigo por não satisfazê-los. Pelo menos durmo com a consciência tranqüila.

Boa semana para todos nós !

Henrique Grinberg
Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSP
Médico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês – SP e do Hospital Nipo Brasileiro - SP
henrique.grinberg@hotmail.com


segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Circuito Delta - Etapa Quênia






Apesar do nome, a etapa aconteceu no Jockey Club de São Paulo. Com distâncias de 5km e 10km, 80 atletas Run&Fun compareceram na prova. 

Com percurso plano, temperatura tima, largada as 7h30, a prova reuniu por volta de 3 mil atletas. Entre os Run&Fun, destaques de estréia: Cristofer  da Sestini, Katia, Patricia e Debora, da Unilever que fizeram a primeira prova de 5km. Já o atleta Sidney  da Sulamerica completou sua primeira prova de 10km. 

Parabéns a todos por mais esta prova! 





sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Como nossas crianças podem nos ajudar a ganhar saúde?


Recentemente no Congresso Europeu de Cardiologia, uma pesquisadora brasileira ganhou destaque com uma pesquisa inusitada. Ela estudou por um ano mudanças nos indicadores cardiovasculares de pais de crianças de escolas públicas de Jundiaí (SP), aplicando um programa educativo multidisciplinar sobre estilo de vida saudável nos estudantes da faixa etária de 6 a 10 anos.

As crianças e seus respectivos pais foram divididos em dois grupos e acompanhados por um ano. Os grupos receberam, no início do estudo, material educativo por escrito sobre reeducação alimentar, importância da atividade física regular e interrupção do tabagismo. As crianças do grupo de intervenção, juntamente com seus pais, receberam um programa educativo semanal com atividades esportivas, jogos, filmes, atividades multidisciplinares com nutricionistas, educadores físicos, psicólogos, médicos, enfermeiros e aulas de culinária saudável.

No início do estudo, 15 pais (9,3%) no grupo controle e 11 pais (6,8%) no grupo de intervenção tinham um risco intermediário/alto (risco > 10% de doença cardíaca coronariana nos próximos 10 anos). Depois do programa, houve uma redução de 91% no número de pais com um risco intermediário/alto no grupo da intervenção (um pai com um risco >10%) em comparação com uma redução de apenas 13% no grupo controle (13 pais com um risco >10%).

Promover a saúde é sem dúvida a melhor de forma de prevenir as doenças cardiovasculares. Educar nossas crianças nesse sentido é investir na saúde não só deles, mas na nossa também!!! Comentem isso nas reuniões escolares; Sugiram programas educativos visando a melhoria dos indicadores de saúde. O coração agradece!

Boa semana para todos nós !

Henrique Grinberg

Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSP
Médico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês – SP e do Hospital Nipo Brasileiro - SP
henrique.grinberg@hotmail.com

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Tri atletas em Pirassununga: e na volta, com troféu!



No último final de semana aconteceu o Triathlon Long Distance Pirassununga. Foram  1,9 km de natação, 90 km de pedal e 21 km de corrida na AFA – Academia da Força Aérea. Fernando de Oliveira dos Santos e Luciana Salvi de Mesquita, atletas Run&Fun estiveram presentes acompanhados do treinador Alexandre Bovenzo. 


Com largada pontual, o percurso plano domina em quase toda a extensão da prova onde água, gatorade, refrigerante e frutas são distribuídas.  A prova é a distância do ½ Ironman e a mais indicada para os atletas que querem fazer sua primeira prova de longa distância.


Os pontos negativos observados na prova, são os incontroláveis pelos mortais, conforme nos conta o treinador Bovenzo: "Muito calor fazendo com que os atletas mantivessem uma hidratação muito acima do que estão acostumados. E o vento aumentou nas 2 últimas voltas do ciclismo."


Fernando Santos terminou a prova com o excelente tempo de 5h34m10s, fazendo um ciclismo igual ao realizado nos treinos, com uma corrida ótima e mantendo uma média de 4’30” nos 21km - mesmo após já ter pedalado e nadado, superou muito bem o sol forte. 


Luciana Salvi de Mesquita largou entre as 10 primeiras da água com aproximadamente 30 minutos, e manteve-se muito bem nesta etapa do ciclismo suportando o vento forte nas ultimas voltas. Terminou a prova em 5h58m e de quebra levou um troféu de 3ª colocada na categoria!


E fica a dica: "Para o próximo ano, todos os atletas que tiverem o objetivo de provas de longa distância, este é um evento a ser indicado devido a ótima organização e percurso plano."











terça-feira, 1 de novembro de 2011

Hipertensos, comam melhor!


Olá amigos da Run e Fun!

A pressão arterial é a representação da tensão exercida pelo sangue na parede das artérias. A interação entre o volume de sangue ejetado pelo coração a cada batimento, a freqüência do coração e a resistência dos vasos, constitui os valores de pressão arterial. O valor 120 x 80 mmHg é adequado e precisamos mantê-lo ao longo da vida para não sobrecarregar órgãos vitais como o coração, o cérebro, os rins, os olhos e as artérias do corpo como um todo. A hipertensão arterial é o principal fator de risco das doenças cardiovasculares graves e seu combate é nossa obrigação.

Como os fatores genéticos ligados à hipertensão arterial são imutáveis, devemos nos compromissar com intervenções modificáveis. Os medicamentos anti-hipertensivos são muito importantes para o controle da pressão, porém as medidas não farmacológicas são bastante efetivas, causam menos efeitos colaterais e menos custo. Além de atuarem no controle de vários outros fatores de risco ( distúrbio do colesterol e do triglicérides, diabetes, obesidade, problemas ortopédicos, distúrbios psiquiátricos e respiratórios), entre muitos outros benefícios. Portanto mude seus hábitos, faça atividade física aeróbia regular, reeduque sua alimentação e não fume.

Essa tabela simples pode orientar de forma geral a dieta para controle da pressão arterial. Nutricionistas de plantão!!! Por favor, contribuam com mais dados interessantes.


PREFIRA
MODERE
EVITE
CARBOIDRATOS
Biscoito integral
Biscoito de água
Biscoito de água e sal

Arroz integral
roz branco
Risoto

Massa Integral com molho de tomate fresco
MasArsa branca com molho de tomate fresco
Massa com molho de tomate enlatado
VEGETAIS E FRUTAS
Sopa de legumes frescos
Sopa com macarrão
Sopa industrializada

Fruta fresca com casca
Suco de fruta
Fruta com Chantilly

Vegetal crú
Vegetal cozido
Vegetal com molho branco
LEITE E DERIVADOS
Ricota
Queijo branco
Queijo parmesão

Leite desnatado
Leite semidesnatado
Leite integral

Iogurte natural desnatado
Iogurte light
Iogurte integral
CARNES E LEGUMINOSAS
Sardinha fresca assada
Peixe no molho
Sardinha enlatada

Frango sem pele
Frango com pele
Frango frito

Feijão cozido
Feijão com carnes
Feijão com bacon
GORDURAS
Molho de azeite sal e limão
Shoyu
Tempero industrializado

Margarina light sem sal
Margarina sem sal
Manteiga

Ervas frescas e desidratadas

Caldos de carne e frango prontos

Em breve algumas orientações para o controle do colesterol e do triglicérides.

Boa semana para todos nós!

Henrique Grinberg
Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSP
Médico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês – SP e do Hospital Nipo Brasileiro - SP
henrique.grinberg@hotmail.com

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Se é pra ser coisa da boa, que seja em 600k!

O treinador Daniel Neves acompanhou a Equipe da Imprensa, que, sem se deixar abater pelo estigma das edições anteriores, quebrou  os paradigmas e até liderou a prova no segundo dia. 


Foto publicada no #NikeSpRio


Confira abaixo e sinta a emoção do relato de quem este ali, entre suor, lágrimas, cansaço e claro: #coisa da boa!
 
"Eu fui para a prova acompanhar a Equipe da Imprensa. Recebi a lista final dos nomes nos últimos dias estava em Amsterdam ainda, e tive que dividir os trechos sem conhecer cada um. Felizmente deu tudo certo, e todos correram muito bem. A Equipe Imprensa tinha no histórico amargar sempre o último lugar em todas as edições. Neste ano, cada equipe tinha um atleta profissional da Nike e para a nossa equipe veio o atleta mais rápido de todos, o que nos ajudou muito, ele se chama Daniel Chaves, é um dos melhores brasileiros nos 10km, futuro maratonista de sucesso.
 
No primeiro dia perdemos 4 minutos e terminamos em último lugar, mas não nos abatemos. No segundo dia, já no segundo trecho aconteceu um fato inédito: a Equipe Imprensa liderou a prova, no fim do dia terminamos em penultimo (outro fato inédito) muito comemorado 
e comentado por todos no fim do dia.
 
Último dia, estratégia feita, terminamos em anti penúltimo lugar, fiz o último trecho com nosso atleta Iuri Totti (carioca, pediu para encerrar a prova), e a chegada foi muito legal, comemoraramos muito os feitos da equipe,  já que  todos fizeram seu melhor e terminamos muito bem.
 
Mais um evento em que a Run&Fun esteve muito bem representada pelos treinadores e atletas"



Parabéns a Todos!!!
 

Maratona de Amsterdam

No dia 16 de outubro, mais de 12 mil atletas nas ruas da capital holandesa. E, entre eles, 23 atletas Run&Fun (19 na maratona e 4 na meia). 


Foto enviada pela atleta Liliane Gomes no Facebook.


Na sexta feira (14/10), a turma se reuniu para um trote de 40 minutos pela cidade e depois todos foram retirar os kits. No domingo, a largada aconteceu dentro do Estádio Olimpico de Amsterdam. A temperatura estava ótima temperatura, a prova é muito organizada. No percurso, bandas e DJs incentivavam os atletas. 


Destaques dos atletas na prova, foram os estreiantes na Maratona: Rodolfo Senra (3h38), Carol Singer (3h40), Raul Godoy (3h55) e Flavia Martelini. As atletas Liliane Neves e Silvana Razeira, terminaram muito bem a Meia. O treinador Daniel Neves, que acompanhou o grupo junto com o Mario Sergio, finalizou a prova correndo o ultimo km com a atleta Liliane. A noite, no jantar de comemoração, sucesso total com 37 pessoas presentes! 
 
Uma experiência maravilhosa a ser repetida muitas vezes!!
 
https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=289147651105029&id=107496955937460&notif_t=wall

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Pais, atenção: cuidado com a obesidade infantil!


Olá amigos da Run e Fun!

Atualmente vivemos um cenário epidêmico de obesidade. Cada vez mais as pessoas estão atingindo as faixas de sobrepeso e obesidade e suas conseqüências não são muito boas. Resistência insulínica, hipertensão arterial, distúrbio do colesterol e do triglicérides, além de apnéia do sono, problemas ósteo-articulares, psicológicos, entre vários outros sérios problemas de saúde estão sendo diagnosticados cada vez mais precocemente nessa população. O negativo impacto na qualidade de vida e até mesmo na sobrevida dessas pessoas alarma os profissionais da área de saúde para um debate constante e incansável no intuito de combater a obesidade.
O foco está nas crianças. Acredita-se que a obesidade se inicia na infância com a má educação no quesito hábito saudável, principalmente a má educação alimentar por parte dos pais e da publicidade da indústria alimentícia. Nossas crianças não comem verduras, frutas e legumes. Preferem as guloseimas com alto teor de gorduras saturadas e elevado índice glicêmico ( hipercalóricos ).
Além disso, o sedentarismo imposto pelo crescente desenvolvimento tecnológico contribui para um balanço energético positivo, o que acelera o processo de ganho de massa desordenado e descontrole metabólico.
Pais!!! Não permitam que seus filhos iniciem esse processo. Estimulem um hábito de vida saudável. Educação alimentar e atividade física regular são fundamentais para garantir o desenvolvimento saudável de seus filhos. E não se esqueçam de propor nas reuniões escolares atividades nesse sentido.

Por: Dr. Henrique Grinberg
Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSP
Médico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês – SP e do Hospital Nipo Brasileiro - SP
henrique.grinberg@hotmail.com