quinta-feira, 4 de agosto de 2011

O exercício físico combate o diabetes.

Olá amigos da Run&Fun.

O diabete melito é uma doença prevalente, acometendo aproximadamente 8% da população brasileira. Somente 10% dos diabéticos são classificados como tipo 1, com aparecimento da doença durante a infância e também chamado de insulino-dependente. A grande maioria (90%) dos portadores de diabete é classificada como tipo 2, que é considerado um distúrbio metabólico de causa multifatorial e possui a resistência insulínica como característica fisiopatológica principal. Influência genética tem sua importância, porém sabemos que o estilo de vida “moderno” com dieta hipercalórica e hipergordurosa, atividade física inadequada e descontrole do peso são os fatores mais importantes.

A prevenção do diabete e o seu controle quando instalado são fundamentais para a promoção da saúde e a prevenção das doenças cardiovasculares. Seguimento clínico, dieta adequada e atividade física regular são os pontos chave para o sucesso.

Atividade física regular interfere no principal mecanismo fisiopatológico do diabete melito tipo 2 que é a resistência insulínica na musculatura esquelética. Diversos estudos já demonstraram que os exercícios regulares melhoram a sensibilidade das células musculares à insulina, controlando as taxas de glicose no sangue.

Quem não possui diabetes, mas possui risco aumentado para desenvolvê-lo, ou seja, possui histórico familiar, está fora do peso e se alimenta mal inicie um programa de atividade física após ser avaliado por uma equipe de saúde multiprofissional. Se você é diabético fique atento, seja inteligente e use o melhor “remédio” para o seu controle, os exercícios regulares. Com certeza seu médico já lhe orientou, só falta você começar!! Agora se você já se exercita regularmente estimule as pessoas com sua experiência, assim teremos um mundo mais “light”.

Henrique Grinberg
Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSPMédico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês – SP e do Hospital Nipo Brasileiro - SPhenrique.grinberg@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário