segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Papo sério:


Disfunção erétil e doença cardiovascular. Como cambatê-los ?
Por: Dr. Henrique Grinberg
Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSP
Médico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês – SP e do Hospital Nipo Brasileiro - SP
henrique.grinberg@hotmail.com

Olá amigos da Run&Fun!

Já discutimos bastante sobre a importância da prevenção e do controle dos principais fatores de risco para o desenvolvimento dos problemas cardiovasculares. Compreendemos que a principal medida contempla a mudança dos hábitos de vida, visando um estilo de vida saudável. O impacto da prática regular de exercícios, da dieta balanceada, da interrupção do tabagismo, do controle do peso, entre outras é determinante para a real promoção da saúde e prevenção das doenças cardiovasculares.

Atualmente a disfunção erétil é conhecida com um marcador de doença cardiovascular e um dos fatores que mais influenciam a qualidade de vida dos homens. Estudos revelam que quanto mais precoce a disfunção erétil aparece maior é o risco de desenvolvimento de problemas cardiovasculares nos anos seguintes, podendo aumentar em até 50 vezes o risco.

É interessante ressaltar uma observação de pesquisadores americanos que os homens se preocupam mais com a disfunção erétil do que com a doença cardiovascular


Em setembro de 2011 foi publicado um estudo com 740 pessoas no Archives of Internal Medicine que demonstrou o impacto do estilo de vida saudável na função erétil. Os autores concluíram que a perda de 10% do peso corporal, comer pelo menos 5 vezes por semana frutas, legumes e verduras, parar de fumar e praticar exercícios regularmente ajudam no combate à disfunção erétil e consequentemente no combate às doenças cardiovasculares. O impacto da atividade física isolada é descrito como gigantesco !! Se exercitar 20 a 30 minutos 5 vezes por semana ou até mesmo 10 minutos vigorosamente 3 vezes por semana fará de você um parceiro sexualmente melhor e com menos chance de sofrer do coração.

Talvez esse argumento consiga mudar a cabeça e o coração dos homens! E quem agradece são as elas!

Boa semana para todos nós !



Nenhum comentário:

Postar um comentário