quarta-feira, 28 de março de 2012

Volta Lagoa dos Ingleses - Run&Fun BH



Com distâncias de 7 e 13km, a prova reuniu os atletas no Condomínio Alphaville, no último domingo, 25/03. 

Quem nos conta como foi a prova é o coordenador técnico da Run&Fun BH, Paulo Santos: "O evento com nome de All Limits começou no sábado com prova de Triathlon, Travessia e Corrida de Cross Country. A escolha do local fez toda a diferença, com a largada de todos os eventos ocorrendo em frente a lagoa do condomínio. Os atletas puderam utilizar o estacionamento e banheiros gratuitos do shopping. No sábado tivemos a participação da atleta Vânia Castro na modalidade de Triathlon Low limits (400 de natação, 12k de ciclismo e 2,5k de corrida). O domingo foi reservado para as provas de Cross Country. A maioria dos atletas da Run&Fun presentes irão participar da Volta a Ilha e fizeram a prova também como treino específico. Apesar do nível de dificuldade eleva todos adoraram fazer uma prova diferente."

E continua: "Apesar da ameaça de chuva, o sol resolveu aparecer durante a prova. Os atletas que fizeram o percurso de 7km praticamente só subiram. Quase 90% dos inscritos caminharam. Corri 13k e os 4km iniciais eram compostos de subidas tanto no asfalto como em trilha com terreno irregular."

É isso aí: agora rumo a Volta a Ilha, certo?

segunda-feira, 26 de março de 2012

Circuito Athenas - 1a etapa Rio de Janeiro


Ontem, 25/03, aconteceu no Rio de Janeiro a primeira etapa do circuito Athenas. Como nos conta o Diretor Técnico da equipe Run&Fun RJ, João Póvoa, a largada aconteceu pontualmente, além disso, destaca que  "prova bem organizada e sem nenhum problema quando a entrega de kits, chips e números de peito. O local em que montamos nossa tenda estava bem visível e bem perto da pista da prova. Quanto aos pontos negativos, tivemos muito calor durante a prova e o último kilômetro de prova com muitas curvas."

Parabéns aos 14 atletas da Run&Fun participantes: Ademilson Cunha, Ana Cristina Rubinato Perrone, Alexandre Chaves, Érika Ramos da Silva Miranda, Fabiano Souza Andrade, Jaqueline Kwai Fan Lee Boaventura,   Leonardo Araujo, Lincoln Oliveira da Silva, Fernanda da Cunha Paranhos, João Correa Santana, Joaquim Ferreira dos Santos, Luciano Melhado, Marcelo Telles Ribeiro, Renato Miranda da Silva. 

De um dos atletas Run&Fun "inter estaduais", Marcelo Telles, recebemos um depoimento: “Apenas para parabenizar a estrutura e coordenação do João Povoa aqui no Rio. O evento foi um sucesso apesar da alta temperatura (30o C). Tive a oportunidade de correr com um mineirinho da Run&Fun (Fabiano Andrade) e estou aguardando a foto/registro do evento. Amanhã estou retornando a Pauliceia desvairada e na terça com o André no Ibira. Aproveito ainda para apimentar o desafio SP x RJ previsto para a meia em 8 de Julho..."



Desafio?! Preparados?


sexta-feira, 23 de março de 2012

Duathlon Terrestre Via Park (18/03)


Aconteceu no último domingo, 18/03, a 1ª de 4 etapas do Duathlon Terrestre Via Park com a participação de 3 alunos (José Lúcio Cardim, Renato Giani Ramos e Victor Bairão Carmagnani) e 2 treinadores da Run&Fun (Profº Alexandre Bovenzo e Profº Sílvio Camargo)

Com distâncias de 5 km corrida / 20 km ciclismo / 2,5 km corrida, a prova aconteceu no condomínio 
 Alphaville Empresarial. Um dos pontos altos para os atletas, foi o kit da prova: além dos brindes de patrocinadores, o kit continha 2 camisetas + 1 camisa de ciclismo. Foi ainda sorteada uma bike de triathlon, e inscrições para as maratonas de São Paulo e Rio de Janeiro.

A primeira bateria largou as 7h40 e a 2ª bateria as 9h. Essa era uma prova chave para treinar a transição corrida - bike - corrida, focando também no ritmo e andar em pelotão na bike. É uma prova curta, rápida e difícil. Todos os atletas deixam suas bikes em um local chamado área de transição. Dada a largada o atleta corre 5 km, e rapidamente se encaminha até esta área de transição onde deixa o tênis, pega sua bike e se encaminha para o percurso de ciclismo onde irá pedalar 20 km, retornando na área de transição deixa a bike, calça seu tênis e sai novamente para completar os 2,5 km finais da corrida.

O evento não teve premiação nas categorias por idade, apenas no Geral. Abaixo o resultado do evento da equipe Run&Fun:
Duathlon Terrestre Via Parque Alphaville - 18 03 2012
Nome
Categoria
Corrida 1
Transição 1
Bike
Transição 2
Corrida 2
Tempo Final
Alexandre Bovenzo
Masc. 35/39
18'54"
1'08"
34'57"
----------
09'54"
1h04'49"
José Lúcio Cardim
Masc. 45/49
20'59"
1'19"
34'56"
1'34"
10'46"
1h09'34"
Renato Giani Ramos
Masc. 35/39 
26'32"
1'08"
37'49"
1'32"
13'11"
1h20'12"
Sílvio Avelino Camargo
Masc. 35/39
23'25"
1'17"
35'14"
1'27"
12'37"
1h14'00"
Victor Carmagnani
Masc. 30/34
21'22"
48"
34'01"
----------
10'17"
1h07'08"


Todos os participantes terminaram muito bem a prova, felizes com seu desempenho!
 
Parabéns a todos! E que venham novos desafios!!

Colaborou para este post o treinador e tri atleta, Alexandre Bovenzo.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Um bom exemplo de prevenção.


Na semana passada um jogador de futebol de um grande time do Brasil foi impedido de continuar fazendo atividade física competitiva devido às alterações nos testes cardiológicos de rotina.

O jogador foi submetido a um teste ergométrico (teste de esteira) que serve para avaliar o comportamento elétrico do coração durante esforço físico, além de contemplar outras variáveis fisiológicas. Durante o esforço o jogador apresentou uma taquiarritmia (taqui = rápido arritmia = distúrbio do ritmo do coração), ou seja o coração ficou acelerado e fora do ritmo normal. Há dezenas de tipos de taquiarritmias, porém classificamos elas em dois grandes grupos, as taquiarritmias supraventriculares (iniciadas acima dos ventrículos) e as taquiarritmias ventriculares (iniciadas nos ventrículos).

A grande maioria das arritmias supraventriculares são benignas e não têm o potencial de causar morte súbita, nem no esforço. Entretanto as taquiarritmias ventriculares assustam um pouco mais e geralmente as mortes súbitas nos atletas estão relacionadas a elas.

Durante o teste, o atleta apresentou uma taquiarritmia ventricular, sem parada cardiorrespiratória e foi impedido de se exercitar para investigar melhor o quadro e tratar. Pouco foi divulgado sobre os detalhes do diagnóstico e do tratamento, mas provavelmente será submetido a estudo eletrofisiológico e ablação do foco da arritmia. Esse procedimento é realizado por especialistas em arritmia / eletrofisiologia e consiste em “queimar” com catéters o foco da arritmia. A causa desse problema pode ser várias e o diagnóstico final é possível através de exames específicos conduzidos pelos cardiologistas.

Mais um evento cardiológico adverso envolvendo atletas. Dessa vez, durante avaliação periódica exemplificando a importância dessa prática. Parabéns à comissão médica que assiste esses jogadores pelas ações preventivas. Mais uma vida salva, ufa!


Henrique Grinberg
Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSP.
 Médico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês.
henrique.grinberg@hotmail.com

quarta-feira, 21 de março de 2012

Inscrições abertas: programem-se!


Abertas as inscrições para a Maratona de Revezamento Bertioga-Maresias (02/06/2012) e Meia Maratona de Londres (07/10/2012). Veja abaixo as informações e procedimentos para inscrições nessas provas.

ATENÇÃO: ANTES DE EFETUAR A SUA INSCRIÇÃO, POR FAVOR, VEJA COM SEU TREINADOR SE VOCÊ ESTÁ APTO A PARTICIPAR.



Revezamento Bertioga-Maresias - 02/06/2012 - INSCRIÇÕES PELO SITE DO EVENTO
Data: 02/06/2012
Distância total: *74,6km (abaixo tabela de distâncias de cada trecho)
Horário(s) de largada(s): 07h00 (Trios)
                                  07h30 (Aberta - 06 Atletas)
                                  08h15 (Força Livre - 08 Atletas)
Modalidades/Categorias das equipes: Equipes de 03, 06 ou 08 atletas (masculina, feminina e mista)
Prazos e valores de inscrição:
Equipes
Até 05/05
Até 22/05
Equipe com 03 atletas
R$ 345,00
R$ 375,00
Equipe com 06 atletas
R$ 690,00
R$ 750,00
Equipe com 08 atletas
R$ 920,00
R$ 1.000,00

Distâncias de cada trecho:
Percurso
Distância
Terreno e Grau de dificuldade
Trecho 1
10,8km
Areia Dura - Fácil
Trecho 2
5,6km
Areia Dura - Fácil
Trecho 3
6,8km
Areia Dura/Rio água no joelho - Fácil
Trecho 4
6,2km
Areia Dura - Fácil
Trecho 5
14,2km
Asfalto/Terra/Areia Dura - Fácil
Trecho 6
9,7km
Asfalto/Terra/Areia Dura - Difícil
Trecho 7
10,4km
Asfalto/Terra/Areia - Bem Difícil
Trecho 8
10,9km
Asfalto/Areia Fofa - Muito Difícil


IMPORTANTE

  • Siga todos os procedimentos de inscrição de sua equipe e, após enviar, comprovante de pagamento, acesse o site da prova para verificar se o nome de sua equipe consta na lista de inscritos.
  • A prova possui trechos difíceis (subidas, terra, areia fofa) que exigirá dos participantes muita resistência e força. Em função disso, NÃO é  indicada para iniciantes;
  • Para que seu treino seja adequado a essa prova, por favor, envie um e-mail para andre@runefun.com.br informando sobre sua participação;
  • Faça um bom planejamento em relação a alimentação e hidratação da equipe durante a prova;
  • Caso seja o coordenador da equipe, por favor, envie-nos o nome da equipe e dos integrantes para apuração e divulgação dos resultados mesmos em nosso site.
  • Inscrições e mais informações pelo site: http://www.ciadeeventos.com.br/eventos_2012/maratona2012/



Meia Maratona de Londres (07/10/2012) – INSCRIÇÕES PELO SITE DO EVENTO
Data: 07/10/2012
Distância(s): Meia Maratona (21,097 km)
Horário(s) de largada(s): 9h30
Local(is) da(s) largada(s): Knightsbridge em grente ao Hyde Park

As inscrições para essa prova poderão ser realizadas através de doações às instituições credenciadas ou pela agência de turismo Kamel (www.turismokamel.com.br)

Mais informações pelo site: http://royalparkshalf.com

Qualquer dúvida estamos à disposição.

Atenciosamente,
Equipe Run&Fun

quinta-feira, 15 de março de 2012

Aproveitem para nadar, ainda é verão!




Assim como a corrida, nadar também caracteriza-se por ser um exercício isotônico, aeróbico cíclico e que trabalha grandes grupamentos musculares. 

Alegria de muitos, nem tanto para outros que preferem suar a camisa nos parques, ruas e academias. Entretanto pode ser uma alternativa interessante para quem deseja aliviar o impacto nos quadris, joelhos e tornozelos de forma intercalada ou permanente.

No início do ano pesquisadores avaliaram 43 pessoas sedentárias acima de 50 anos (média de 60 anos) classificados como pré-hipertensos ou hipertensos leves. Esse grupo foi treinado por 12 semanas de natação e comparado com grupo controle que realizou exercícios de relaxamento e alongamento.

O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos da natação na pressão arterial e na função vascular. Ao final do estudo foi observado uma tendência de queda da pressão arterial sistólica ( máxima ) no grupo natação em relação ao grupo controle, além de melhora significativa da função vascular.

Portanto, não há como escapar! Se você possui alguma limitação ortopédica e deve evitar impacto nas articulações dos membros inferiores, a piscina o aguarda!!

Henrique Grinberg
Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia e pelo Instituto do Coração – HC-FMUSP.
Médico Cardiologista do Hospital Sírio Libanês.
henrique.grinberg@hotmail.com

Troféu Brasil de Triathlon - 1ª Etapa


www.trofeubrasil.com.br
 Em Santos, 11/ 03, aconteceu a 1ª de 6 etapas do Troféu Brasil de Triathlon com a participação de 7 alunos da Run&Fun.

Por volta das 5h15 da manhã a estrutura Run&Fun já estava montada para receber e orientar os atletas. A prova foi cheia de estréias e os treinadores focaram nas dicas "façam uma excelente prova, sem se preocupar com tempo total, apenas tentem prestar atenção a cada detalhe do evento!"

Com distâncias Short (750m natação/ 20 km ciclismo / 5 km corrida) e Olímpico (1,5 k natação / 40 k Ciclismo / 10 k Corrida), a boa estrutura da prova e a largada no horário contribuíram para o desempenho dos atletas, que, mesmo com o calor, o percurso muito técnico e com muitas retomadas de curvas no ciclismo, conseguiram ótimos resultados. 


Os destaques da Run&Fun se deram principalmente em função dos excelentes resultados em atletas estreantes na categoria. Confira:

 * José Lúcio Cardim - Fez seu primeiro triathlon e já garantiu a 2ª colocação em sua categoria.
 * Vera Bufolo – Também em seu 1º triathlon conquistou o 3º lugar na categoria.
* José Frederico Modolin  –  Em seu 1º triathlon classificou-se em 9º lugar na categoria
* Franco Flaiban, Fernando Santos, Victor Carmagnani, Carlos Eduardo e Célio Brito terminaram muito bem, alguns na distância short e outros na distancia olímpica. "Todos estavam felizes com o resultado e sabem que teremos um longo ano para treinarmos bastante melhorarmos cada vez mais, sem perder a qualidade.", relata o treinador Run&Fun, Alexandre Bovenzo.

No próximo dia 18/03 nossos atletas irão enfrentar o Duathlon Terrestre em Alphaville, com 5 km corrida / 20 km ciclismo e 2,5 km corrida. Para esta prova, a ideia é manter o foco na melhora do tempo de transição.


Resultados


Triathlon Short (750 m natação / 20 km bike / 5 km Corrida)
Nome Natação Ciclismo Corrida Tempo Total Classificação
Célio José de Brito 23'49" 37'32" 25'14" 1h26'36" 11º (cat. 45/49 anos)
Franco Alberto Flaiban 16'48" 41'42" 25'50" 1h24'20" 2º (cat. 45/49 anos)
José Frederico Modolin Filho 19'05" 41'50" 25'20" 1h26'15" 9º (cat. 45/49 anos)
José Lúcio Quinta Reis Cardim 14'38" 36'11" 20'55" 1h11'44" 2º (cat. 45/49 anos)
Vera Bufolo 17'03" 42'42" 23'52" 1h23'37" 3º (cat. 40/44 anos)
Triathlon Olímpico (1500 m natação / 40 km Bike / 10 km Corrida)
Nome Natação Ciclismo Corrida Tempo Total Classificação
Carlos Eduardo 27'59" 1h08'26 54'06" 2h30'31" 15º (cat. 35/39 anos)
Fernando S. de Oliveira Santos 27'43" 1h13'36" 40'39" 2h21'59" 8º (cat. 40/44 anos)
Victor José Bairão Carmagnani 25'48" 1h04'47" 43'09" 2h13'44" 19º (cat. 30/34 anos)



Parabéns Tri Atletas e Profs. Sílvio e Alexandre. Com muito trabalho e dedicação o Triathlon está crescendo cada vez mais dentro da Run&Fun. 

Vamos em frente!!!

Mais informações no site oficial da prova: http://www.trofeubrasil.com.br/


terça-feira, 13 de março de 2012

Psicologia do Esporte ou... "Psicologuês na Prática para Treinadores"

Muito tem sido discutido, pesquisado e aprimorado no que se refere ao Esporte enquanto fenômeno sociocultural que, por suas inúmeras características, exige cada vez mais que os profissionais que viabilizam sua realização, possuam maiores conhecimentos e habilidades.

Independente do objetivo pelo qual o Esporte está sendo praticado (lazer, alto rendimento, reabilitação, escolar, educacional, social), é de suma importância que todo o processo seja acompanhado e planejado de maneira a dar conta das demandas e exigências dos clientes. E por que não dizer... atletas!

Foi a partir desta perspectiva que desenvolveu-se um novo projeto que irá impactar diretamente o dia a dia dos treinos. Os treinadores da Run&Fun estão sendo submetidos ao estudo da Psicologia do Esporte.  A perspectiva deste "Psicologuês para Treinadores" permite aperfeiçoar ainda mais a atuação da equipe Run&Fun, na busca de um atendimento mais completo, sensível e "humano". 

"O objetivo do curso é disseminar os conhecimentos da Psicologia do Esporte, promover reflexões e aprimoramento de práticas e capacitar os Treinadores da Run&Fun a atuar também através da perspectiva da Psicologia do Esporte.", nos conta Gregory Gracia, Educador Físico com Especialização em Psicologia do Esporte, Coordenador do "Na Corrida para o Futuro" da Associação Esporte Solidário e idealizador do projeto "Psicologuês na Prática para Treinadores".

Durante um ano, nossos treinadores irão participar do curso exclusivo, que, estruturado com temáticas diversificadas, realizam a interface entre a Psicologia do Esporte e o dia a dia da Run&Fun, sempre com estratégias dinâmicas e críticas, buscando  assim permitir que os diferentes locais de treinamento entrem nos espaços do curso.


Isso é Run&Fun: investimento em CONHECIMENTO para a excelência na prestação de serviços aos nossos atletas!


Contribuiu com este texto: Gregory Gracia.